fbpx

iPhone XR deixa de ser vendido com chegada do iPhone 13

A Apple costuma descontinuar iPhones antigos conforme lança novas linhas de produtos. Com a chegada do iPhone 13 em 2021, o popular iPhone XR deixa de ser fabricado e sai das prateleiras das lojas oficiais da maçã. Dono do título de smartphone mais vendido de 2019, o modelo contribuiu para o lucro da empresa por três anos.
Lançado em 2018 como um modelo mais acessível em relação aos seus irmãos mais robustos, o iPhone XR ganhou o coração do público por ter preço menor e ainda entregar desempenho de ponta. Equipado com processador A12 Bionic, o smartphone garantia a mesma performance dos iPhone XS e XS Max.
O iPhone XR reinou por muito tempo como o “intermediário potente da Apple”. Mesmo portando um chipset potente de seis núcleos, o modelo conseguia manter o preço não tão caro por contar com tela LCD em vez de OLED e apostar em construção mais simples com laterais em alumínio, no lugar de aço inoxidável.
Além disso, o iPhone XR tinha apenas uma câmera, enquanto seus irmãos X, XS e XS Max ostentavam dois sensores. Essa lente única, porém, ainda produzia fotos de alta qualidade, pois possuía abertura de f/1.8 e a mesma resolução de 12 megapixels dos outros modelos, perdendo apenas velocidade no foco automático.
A economia também estava na quantidade de memória RAM, com 3 GB disponíveis — 1 GB a menos em relação aos modelos mais poderosos —, e na tela, cuja resolução era de 828p — um pouco melhor que a qualidade HD (720p). No entanto, essas “desvantagens” até ajudavam, pois o chip do iPhone XR não trabalhava tanto, e a bateria durava mais tempo.
O conjunto de especificações do iPhone XR, aliado ao preço menor, fez com que o modelo se tornasse o smartphone mais vendido do mundo por quatro trimestres seguidos e líder do ranking de popularidade em 2019. Nem mesmo seu sucessor direto, o iPhone 11, conseguiu ocupar esse posto no ano seguinte.
No final de 2019, a Apple reduziu o preço sugerido do iPhone XR no Brasil em cerca de R$ 900, o que ajudou a manter a popularidade do smartphone. Na época, o custo desceu de R$ 5.199 para R$ 4.299, e a maçã deixou de vender a versão de 256 GB, passando a oferecer apenas as opções de 64 GB e 128 GB.
Com o fim do legado do iPhone XR, o título de “intermediário potente da Apple” é transferido para o iPhone 11, que conta com o mesmo painel LCD e acabamento em alumínio. Entre as melhorias, porém, estão mais memória RAM e conjunto de câmeras superior, com dois sensores e capacidade de gravar em até 4K a 60 quadros por segundo.

Receba as novidades

Inscreva-se e entraremos em contato com você

Atores e Modelos
Entre em contato
#SouFive

Clientes

Conheça alguns clientes Five

2020 © Desenvolvido com  por T4M | This is For Media