fbpx

Onicofagia: Hábito de roer as unhas pode ser sinal de ansiedade e outros transtornos

Onicofagia é o termo médico e técnico para nomear o hábito de roer as unhas, podendo ser das mãos ou até mesmo dos pés. Às vezes, esse hábito passa a não ser de apenas roer as unhas, mas também roer a ponta dos dedos.
Este hábito é um dos mais comuns dentro da sociedade mundial atingindo cerca de 29% de toda população e pode ou não ter uma explicação ciêntífica, pois nem sempre o fato de roer as unhas provém de algum tipo de disturbio psicológico. Essa mania também pode ser causado pela imitação (crianças imitam adultos que roem unhas e ficam com esse hábito).
Iniciando geralmente por volta dos quatro a cinco anos de idade, o hábito de roer unhas pode ser visto com maior incidência na adolescência por motivos hormonais, tendo grandes chances de acompanhar a pessoa pelo resto da vida.
Algumas pessoas são tão abusivas que chegam a ferir a carne dos dedos ou até mesmo a base das unhas (cutícula), que pode ser porta de entrada para infecções. A maioria das pessoas que roem unhas precisam de tratamentos ortodônticos.
Roer as unhas vai além de um aspecto estético, podendo causar inúmeras doenças. Levando os dedos a boca, os microrganismos que se acumulam nas unhas acessam o organismo diretamente provocando uma série de doenças, desde infecções até verminoses.
Desgasta o esmalte dos dentes, machuca os dedos e deforma as unhas. Pode ocorrer infecções bucais e no trato digestivo.
As principais consequências do roer de unhas na boca são:
– alteração do posicionamento dental
– bruxismo
– desgaste das superfícies mastigatórias
– contaminação bacteriana
– lesões nos tecidos que envolvem o dente, como mucosa e periodonto
Veja alguns hábitos que ajudam a controlar a onicofagia:
Manter as unhas bem cortadas, evitando que as pontas mal aparadas sirvam de tentação para os roedores.
Mordedor de borrachas (principalmente quando está assistindo filme, jogos, novelas, etc)
Chicletes sem açúcar
Ocupar as mãos com atividades (trabalhos manuais ou instrumentos).
Em casos suaves de onicofagia, para parar de roer as unhas deve haver motivação por parte da pessoa que tem o hábito. Já em casos mais graves, a pessoa deve procurar tratamento e o médico pode até prescrever alguns medicamentos para aliviar a ansiedade, que é a maior causa da onicofagia.

Receba as novidades

Inscreva-se e entraremos em contato com você

Atores e Modelos
Entre em contato
#SouFive

Clientes

Conheça alguns clientes Five

2020 © Desenvolvido com  por T4M | This is For Media